Termina primeira audiência de Cristina Kirchner; julgamento deve durar o ano todo

Terminou na tarde desta terça-feira, 21, depois de três horas de leitura do processo, a primeira audiência do julgamento da ex-presidente e atual senadora da Argentina Cristina Kirchner, acusada de fraude e formação de quadrilha. Hoje foi o primeiro dia de um processo que deve durar o ano todo.

De acordo com as acusações, Cristina teria desenvolvido , junto com seu falecido marido, o também ex-presidente do país Néstor Kirchner, um esquema, dentro e fora da estrutura do Estado, para cometer irregularidades na concessão de 52 contratos de obras públicas avaliados em 46 bilhões de pesos argentinos (cerca de R$ 4 bilhões).

Ainda de acordo com o processo lido hoje, a ex-presidente também é acusada de ter mantido o esquema “ininterruptamente” por mais de 12 anos.

Cristina Kirchner acompanhou a leitura dos autos sentada na última fileira de cadeiras reservadas aos réus, enquanto sorria e olhava o celular.

Paralelamente às audiências, seguem as investigações da Justiça em outros nove processos pelos quais Cristina Kirchner é processada. Os crimes incluem, entre outros, traição à pátria e enriquecimento ilícito.

“Para subtrair verbas do Estado, os membros dessa associação, entre outros delitos, escolheram as obras públicas como meios propícios para obter o dinheiro do Tesouro Nacional, e converteram o empresário da construção Lázaro Báez, a quem enriqueceram ao longo de 12 anos, às custas dos interesses da sociedade”, afirmam os autos.
Outros 15 acusados compareceram ao tribunal, entre eles o empresário Lázaro Báez, o ex-ministro do planejamento Julio De Vido e o ex-secretário de obras públicas José López.

*Com Agência Brasil