Secretária de Guedes defende ampliação de abertura econômica

“Não promover uma ampla abertura da economia brasileira seria o equivalente a voltar à Era da Pedras – ou das Trevas.” Essa foi a metáfora feita pela secretária adjunta de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Yana Dumaresq.

Ela fez uma ampla defesa da abertura econômica e da maior inserção da economia brasileira no comércio global. Segundo Yana, a abertura econômica traz mais eficiência, competitividade, elimina subsídios e outros problemas inerentes de um pais com economia fechada.

A secretaria lembrou que o fechamento da economia brasileira esta se refletindo no nível de crescimento baixo na atividade econômica do pais ao longo dos últimos anos.

Yana também fez uma ampla defesa do acordo entre União Europeia e Mercosul – que ainda precisa passar por todos os tramites antes de ser assinado. Segundo ela, haverá muitas vantagens tanto para o Brasil quanto para o bloco econômico quando se trata de marcos regulatórios, leis, padrões e muito mais.

Porém, a indústria brasileira teme, de certa forma, a concorrência dos importados. Os ambientalistas também se preocupam com o maior desmatamento para produção agrícola. Yana, entretanto, garante que até para o Meio Ambiente o acordo representará um salto de qualidade.

De acordo com ela, a possível entrada do Brasil no “clube dos ricos”, a OCDE, também é uma especie de passe livre pro Brasil crescer economicamente e aumentar sua competitividade.