Prefeitura entrega reforma do Pronto Socorro Adulto do Ouro Verde

A reforma do Pronto Socorro Adulto do Hospital Ouro Verde foi entregue na manhã desta quinta-feira, dia 28 de novembro, em Campinas, pelo prefeito Jonas Donizette. O investimento total é de R$ 810 mil e o novo espaço começará a ser usado nesta quinta-feira. 

Esta é a segunda fase da reforma. A primeira fase da obra incluiu a reforma do Pronto Socorro Infantil e custou R$ 2,6 milhões. No total, foram investidos R$ 3,4 milhões, sendo R$ 3 milhões de recursos federais e R$ 400 mil de contrapartida municipal. O Governo Federal também disponibilizou R$ 662 mil para equipamentos, além de R$ 66 mil de contrapartida da Prefeitura. As obras do PS do Ouro Verde tiveram início em setembro de 2018. Na primeira parte do projeto foi feita a reforma do PS Infantil, entregue em maio de 2019.

Segundo o prefeito Jonas Donizette, o Pronto Socorro Adulto era muito antigo e agora a população poderá contar com novas instalações, climatizadas e mais confortáveis. “Aqui são atendidas 700 pessoas por dia, sendo 500 adultos no PS Adulto e 200 crianças no PS Infantil. O Hospital, parte da Rede Mario Gatti que administra os hospitais e pronto atendimentos, vem melhorando a olhos vistos. Temos agora um aproveitamento melhor da equipe e recentemente fizemos mais uma contratação de pessoal. Estamos cuidando dos dois lados: da estrutura e dos procedimentos que vão ficar mais ágeis”.

A entrega da reforma do PS Adulto do Ouro Verde, de acordo com o presidente da Rede Mário Gatti, Marcos Pimenta, é um ato simbólico que representa uma página virada na história do Hospital Ouro Verde. “Esta obra é muito importante por representar o resgate da capacidade assistencial do Hospital Ouro Verde. Hoje as nossas equipes estão atuando em sua totalidade, com destaque para a área de oftalmologia, por exemplo, que conseguiu zerar a fila de cirurgias de catarata. Nosso Pronto Socorro Oftalmológico também está funcionando 24 horas por dia, sete dias por semana. Também voltamos a partir de hoje a fazer entrega de medicamentos pela farmácia do Pronto Socorro do Ouro Verde. O paciente já sai com o medicamento”, disse.

Também presente no evento, o secretário Municipal de Saúde, Carmino de Souza, ressaltou que a gestão do prefeito Jonas Donizette deixa um legado muito grande ao município, com diversas obras já entregues e em andamento. “Temos que ter uma rede de atenção básica organizada e resolutiva para que possamos levar para os serviços de emergência exatamente aquilo que realmente necessita. Organizar a rede básica e a de urgência e emergência é um desafio enorme que todas as cidades têm. Os indicadores de Campinas são bons, mas sempre podemos melhorar e é para isso que estamos trabalhando”. 

O evento teve a presença da diretora técnica do Hospital Ouro Verde, Cynthia Herrera, de profissionais da unidade e da Secretaria de Saúde, além de secretários municipais e vereadores. 

 

O que foi feito nas obras 

Ampliação de 90 metros quadrados e uma reestruturação da recepção, que praticamente dobrou de espaço, que será totalmente acessível. A recepção também terá mais banheiros (dois femininos, dois masculinos, um fraldário e um para pessoas com deficiência). O projeto também aproveitou a iluminação natural deixando o ambiente mais claro.

Foi criada uma nova sala de espera para os pacientes que já passaram pela classificação de risco. Depois que o paciente faz a ficha e passa pela triagem, vai aguardar a consulta nesse novo local. Também foi feita uma nova sala de gesso, que ficará anexa ao consultório de ortopedia, e a sala de medicação mudará de lugar. 

A sala vermelha e a sala amarela foram reformadas. Os quatro consultórios e salas de observação e medicação foram pintados e receberam melhorias na estrutura, assim como a sala de sutura. Também foi reformada a entrada da sala vermelha para que as ambulâncias possam parar na porta e o paciente entrar direto para o atendimento de emergência. 

O PS está recebendo mobiliários novos: cadeiras individuais, cadeiras interligadas, macas, poltronas e mesas de consultório.

As obras foram executadas pela empresa Referma Engenharia e Construções Ltda que venceu a licitação.

 

Fonte: Prefeitura de Campinas