• Ouça Ao Vivo:

Em ano eleitoral nos EUA, Facebook anuncia banimento de vídeos deepfakes

Facebook vai banir os vídeos conhecidos como “deepfakes” da plataforma. A decisão foi anunciada, nesta terça-feira (7), como uma maneira de evitar que usuários da rede social sejam induzidas a acreditar em conteúdo manipulados.

Os chamados “deepfakes” são imagens ou vídeos tratados a partir de inteligência artificial ou programas que falsificam movimentos humanos de maneira realista. A partir de técnicas avançadas de edição, fica praticamente impossível identificar o que é real e o que não é.

São inseridas milhares de imagens em um programa que faz uma análise para entender como elas funcionam. Após o computador aprender como determinado rosto se comporta, ele é capaz de fazer uma imitação sobrepondo qualquer outro rosto.

A nova política do Facebook não vai se aplicar a vídeos humorísticos, nem àqueles que se atêm apenas a alterar a ordem das palavras de um discurso. A plataforma, no entanto, não deixou claro quais seriam os critérios para determinar o que é um vídeo humorístico.

Todos os vídeos postados continuarão sujeitos ao sistema de checagem de fatos do Facebook, capaz de identificar os conteúdos manipulados, dando a eles menos destaque dentro da plataforma.

O anúncio do Facebook vem meses antes da disputa eleitoral pela presidência americana que acontece em novembro.

A última eleição, em 2014, foi a primeira marcada pela disseminação massiva das fake news pelas redes sociais.

*Com informações do repórter Renan Porto