Coronavírus Veja quando e como utilizar máscaras

O uso de máscaras de proteção cirúrgica é um ponto muito polêmico no combate ao novo coronavírus. Na China, o uso desses equipamentos é comum por conta do alto volume de poluição, principalmente, como hábito cultural local.

Após os casos confirmados da doença no Brasil, os brasileiros tem adotado a medida como preventiva e, agora, é quase impossível transitar pela cidade sem encontrar pessoas usando a máscara. Mas será que ela evita o contágio da covid-19?

De acordo com a Fiocruz, as recomendações da Organização Mundial da Saúde indicam que “o uso de máscaras é crucial para os profissionais de saúde e para as pessoas que cuidam de alguém com sintomas da covid-19 (tosse e febre), em casa ou em um estabelecimento de saúde”.

Na quarta-feira (18), a própria OMS declarou, em entrevista coletiva, que “apenas pessoas doentes devem usar máscaras” e falou em “uso racional” para que não faltem insumos para os que realmente necessitam.

Quem reforça o discurso da entidade é Ho Yeh Li, coordenadora da UTI de Infectologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. De acordo com ela, o uso preventivo não faz muito sentido.

“Na situação que estamos neste momento, não há nenhuma necessidade de andar na rua com máscaras. Principalmente porque ela serve para pessoas que estão com sintomas não propagarem para os outros. Para quem quer evitar doença, talvez não seja eficiente.”

Segundo Ho Yeh, o melhor é investir nas chamadas etiquetas de higiene. “A primeira coisa é a higienização constante das mãos. Ela pode ser feita tanto com álcool em gel quanto como água e sabão. São igualmente eficazes.”

O infectologista Jean Gorinchteyn, do Instituto Emílio Ribas, lembrou a melhor forma que existe para se proteger contra vírus respiratório – inclusive o coronavírus. “Mantendo ambientes arejados e ventilados, além do uso do álcool gel. “O álcool gel é muito importante principalmente no transporte público pelo fato da gente se apoiar nas barras e nos corrimões das escadas rolantes.”

Cuidados

A OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde) ressaltou alguns cuidados para o uso do equipamento se você estiver doente ou for profissional da área. “Antes de tocar na máscara, limpe as mãos com um higienizador à base de álcool ou água e sabão”, reforça.

Durante o uso, a recomendação é evitar tocá-la desnecessariamente. “Quando retirar a máscara, mantenha-a afastada do rosto e das roupas, para evitar tocar nas superfícies potencialmente contaminadas e higienize as mãos com álcool ou, se estiverem visivelmente sujas, com água e sabão.”